WORKSHOPS

O núcleo oferece uma proposta pedagógica baseada na utilização do corpo como instrumento musical. De forma prática e coletiva, as oficinas proporcionam aos participantes a exploração e descoberta dos inúmeros sons produzidos pelo corpo: palmas, estalos, batidas, sapateados, recursos vocais entre outros; e a utilização deles na produção de ritmos e melodias.

As oficinas Barbatuques acontecem desde 1995, com grupos formados por adultos e crianças, em várias partes do Brasil e também no exterior. Escolas, empresas, ONGs, corais, espaços culturais e grupos artísticos das mais variadas áreas já vivenciaram esse trabalho (como o elenco do espetáculo Saltimbanco do Cirque de Soleil).

São indicadas a qualquer pessoa, independente da idade e formação, principalmente a quem deseja desenvolver a capacidade rítmica e de improvisação, aprimorar a coordenação motora e conhecer uma forma ampla de “musicalizar-se”. Profissionais educadores, das mais variadas áreas, podem enriquecer sua didática com elementos da percussão corporal. O conteúdo das oficinas atende ainda com bastante aproveitamento grupos específicos, como em projetos sociais, turmas infantis e grupos artísticos.

O corpo humano pode ser considerado nosso primeiro instrumento musical. Temos nele, desde o início, a presença do ritmo como a batida do coração, a respiração e o caminhar. São processos que envolvem regularidade, repetição e que trazem referências rítmicas. Não é a toa que no vocabulário musical são utilizadas as palavras pulsação e andamento.

A criança explora ludicamente os sons do corpo e dos objetos ao seu redor, o adulto também utiliza sons corporais em seu cotidiano para se comunicar ou fazer música. As oficinas Barbatuques resgatam esta percepção e o momento infantil de brincar sonoramente com o corpo, revivendo sons familiares e gerando novos sons para nosso repertório.

Pesquisando os sons produzidos pelo corpo, entramos em contato com nossas características e sotaques. Cada pessoa tem um corpo diferente, com tamanho e dimensões individuais, timbre de voz, facilidade para produzir certos sons e dificuldades com outros. A prática em grupo nas oficinas Barbatuques promove a convivência entre esses diferentes corpos sonoros e intenções que se chocam e se complementam. Ouvindo o colega, o participante exercita o diálogo musical, a cooperação e a concentração.O aprendizado de diversos ritmos e dos jogos de improvisação estimula a capacidade de criar, ouvir e interagir em grupo. Além disso, a prática da percussão corporal trabalha a percepção musical.

A linguagem artística e a técnica específica utilizada pelo Barbatuques foi desenvolvida pelo músico Fernando Barba com base em pesquisas que realiza desde 1988, as oficinas são ministradas pelos integrantes sob sua supervisão.

As oficinas Barbatuques possuem quatro módulos: Módulo I, Módulo II, Módulo III e Módulo IV.

Conheça os conteúdos e objetivos didáticos de cada módulo :